A importância do monitoramento de peso para o controle de produção suína

Atualizado: Mai 29



O monitoramento de peso dos suínos é um fator extremamente importante para identificar as fases que este animal está e quando estará efetivamente pronto para o abate.

Para que isso seja potencializado, o uso de tecnologias para o setor é um grande aliado ao suinocultor, oferecendo chances de novos investimentos pela qualidade na produção ao longo do processo de ganho de peso.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para abordar um pouco mais da importância do monitoramento de peso entre os suínos.


Por que monitorar o peso para o controlar a produção suína?


O peso dos animais está relacionado aos principais indicadores de produtividade na suinocultura, ganho de peso diário e conversão alimentar, por exemplo, podem informar se a produção está dentro do esperado ou se eventualmente algum problema está ocorrendo durante o alojamento.


Além disso, o peso pode direcionar toda a estratégia logística, desde a fábrica de ração até o frigorífico, considerando os carregamentos para abate. Listamos alguns itens que evidenciam a importância do monitoramento de peso:


  • Beneficia o planejamento da fábrica: com o monitoramento sendo realizado, a fábrica consegue elaborar cronogramas de produção com uma maior certeza, sabendo sempre quando deverá encaminhar a ração às propriedades e pode organizar sua aquisição de insumos;

  • Aumentar a uniformidade do lote: neste caso, o "mundo ideal" estaria associado ao monitoramento desde a fase da amamentação do leitão. Sabemos que a realidade no campo é bem diferente. Em uma unidade de crescimento e terminação, por exemplo, que recebe leitões de distintos lugares, manter altos níveis de uniformidade é um grande desafio. A baixa uniformidade prejudica a logística de abate e a padronização nos frigoríficos. Carregamentos parciais podem ser uma solução nestas situações. Para isso, é necessário ter este dado no momento correto;

  • Compreender o GPD (ganho de peso diário) em tempo real e melhorar o processo de formulação de dietas e os momentos mais adequados para efetuar as trocas de ração: ao conseguir monitorar com clareza o peso do animal, o suinocultor pode ter uma melhor precisão quanto a alimentação. Ao compreender o GPD, é possível elaborar dietas alimentares para sanar eventuais deficiências energéticas com mais rapidez;

  • Racionalizar o consumo de ração: ao conseguir identificar em tempo real o peso do animal, o produtor e seus funcionários podem fazer uma gestão muito mais eficaz da ração. É possível antecipar ou retardar uma fase de troca de ração em função do desempenho do lote.


Monitoramento de peso automático, sem balanças. Sem stress.


Felizmente já é possível monitorar o ganho de peso de maneira automática. Sem balanças. Sem stress animal. Sem ter que empregar intensa mão de obra.

O monitoramento automático permite que o suinocultor acompanhe a alimentação e gerencie melhor as deficiências associadas ao ganho de peso DURANTE o alojamento, sem ter que esperar a entrega do lote para analisar seu desempenho. Com a facilidade do monitoramento de peso automático, o suinocultor ganha tempo nas suas demandas diárias de trabalho e pode investir em ações, no MOMENTO CERTO, que façam com que seu lote obtenha a produtividade esperada.

Curtiu? Conheça nosso site e saiba mais sobre as tecnologias disponíveis para o monitoramento automático de suínos. Entre em contato!

47 visualizações

©2020 by PECSMART.